Carol Teles investe em new adult sobre problemas familiares em 'Improváveis Deslizes'

8 de ago de 2017
Depressiva, sufocante e ao mesmo tempo bela. É assim que a autora Carol Teles define a capa do mais novo livro da carreira. Intitulado de "Improváveis Deslizes", a história é sobre ciclos de culpa. Estágios de superação. Na imagem que vende a nova aventura que escreveu, uma garota usando um longo vestido reflete ela mesma numa parede de água. A arte é assinada por Ali Graciotte e traz um pouco do que encontraremos dessa vez.

Sucessor da trilogia romântica "A Mais bela Melodia", o livro chega em volume único. Início, meio e fim contado e pouco mais de 300 páginas. A obra acaba de ser lançada em formato digital na Amazon.

"Trata-se de um New Adult [gênero que traz personagens saindo da adolescência e enfrentando problemas da vida adulta] com uma pegada mais séria", explica. Fazendo uso de referências políticas e crimes, Carol investiu em dois protagonistas com famílias disfuncionais. As problemáticas de cada um vão se entrelaçar entre as narrativas alternadas. "É um livro mais violento, e isso para mim foi o maior desafio. O escrevi em dois anos, tive que parar após o nascimento da minha filha, mas retornei há alguns meses e o finalizei."

Em Improváveis Deslizes, Noah achou a irmã mais nova morta numa piscina quando ainda era apenas um garoto. Filho de um deputado rigoroso e uma mãe esquizofrênica, ele cresce querendo ser um piloto de caça. Mas sua vida é completamente moldada à tragédia da infância. "Noah aproveita as horas extras do dia para ir em busca das pessoas que possam levá-lo até o assassino da irmã. A meta da vida dele é encontrar a pessoa que tirou a coisa mais importante que ele tinha", explica a autora.

Paralelo a isso, temos Zoe, filha da mais nova esposa do pai de Noah. "A menina tem também seus vastos problemas familiares, e acaba sendo um horizonte para ele, algo que não teve por muitos anos desde a morte da irmã."

Mãe, agente de saúde, youtuber, fotógrafa e mãe, Carol Teles afirma que é difícil escrever. Tempo é sempre um problema. "É difícil conciliar tudo, mas dou meu jeitinho. Abro mão de algumas coisas em dias alternados para ter outras. Mas acho que a maior dificuldade de Improváveis não foi o tempo para escrever, mas a articulação dele." Segundo ela, o trabalho de pesquisa necessário para escrever o livro foi o que mais exigiu dela. "Até então só tinha escrito romances, e esse livro tem violência e um pouco de 'Onze Homens e Um segredo'. Para o roteiro, estudei o uso de armas, tipos de ferimentos, naves usadas nas forças aéreas nacionais, e muita leitura sobre cenas de ação para construir as cenas que não tinha costume de escrever."

O livro foi publicado em formato digital. Pagar os custos de impressão ou ir atrás de parcerias com editoras são opções cada vez menos viáveis e mais complicadas. "Se você publica independente, tem que ter verba para mandar imprimir. Se vai atrás de uma editora, a verba tem que ser ainda maior. Infelizmente as editoras nacionais apostam muito mais em livros de fora do que os que são escritos aqui. Ou investem apenas em nacionais de famosos", defende.

Você pode acompanhar o trabalho da Carol visitando seu blog, Instagram ou conhecendo mais dos livros que já publicou clicando aqui. No OMD você confere a opinião da Carol nas resenhas que publicamos regularmente.


Esse texto foi originalmente publicado no site Alagoas Boreal*

0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

TERROR

Jantar Secreto - Raphael Montes
Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de...
Jogos Macabros - R. L. Stine
Conhecido mundialmente por seus livros de terror e suspense, com centenas de milhões de exemplares vendidos, R. L. Stine desponta no cenário da ficção juvenil pela genialidade na criação de enredos sinistros...
Psicose - Robert Bloch
O clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O livro teve dois lançamentos no Brasil, em 1959 e 1964...
Nosferatu - Joe Hill
Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...
O Vale dos Mortos - Rodrigo De Oliveira
Com passagens por Brasília, Estados Unidos, China e França, O Vale dos Mortos baseia-se na profecia de que um planeta intruso ao sistema solar, ao raspar por nossa...

FANTASIA/ POLICIAL

LEIA MAIS

ESPECIAIS ♥

Juntando os Pedaços - Jennifer Niven
Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar...
O Livro de Memórias - Lara Avery
Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível.E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença...
Simon vs. a agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da...
Quando finalmente voltará a ser como nunca foi - Joachim Meyerhoff
Isso é normal? Crescer entre centenas de pessoas com deficiência física e mental, como o filho mais novo do diretor de um hospital...
Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson
Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia...

POLICIAL

LEIA MAIS