[Resenha] A Desconhecida - Peter Swanson

23 de jan de 2016
A Desconhecida - Peter Swanson
ISBN-10: 8581638066
Ano: 2015
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Classificação: 
Página do livro no Skoob
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras.
Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?
Resenha:
A minha irritação com o personagem principal foi meu maior impulso para terminar a leitura da obra de Peter Swanson. Eu sei que às vezes deixamos o coração falar mais alto, mas tem certas coisas que é impossível deixar de lado. Impossível não ter peso sobre nossas atitudes. E quando paro e penso nos incontáveis acontecimentos que o protagonista simplesmente ignorou por uma obsessão juvenil, a minha vontade é de que o desfecho dessa história tivesse sido totalmente diferente.

George Foss é um quarentão entediado com a vida que leva. Ele mantém um quase relacionamento de décadas com uma mulher que se tornara mais sua amiga que amante. Com uma rotina totalmente sem emoção, ele tem passado todos os dias desde que se formara na faculdade buscando em rostos e corpos alheios aquela que fora seu grande amor certa vez, mas também seu grande decreto de fracasso.

E se de uma hora para outra a mulher que você ama há décadas aparecesse depois de ter sumido do mapa te pedindo favores que colocam sua existência em risco? Ela está sendo perseguida, querem matá-la e você está dividido entre ajudá-la ou ignorá-la de uma vez por todas. É óbvio que você não só irá ajudá-la, como irá defendê-la de assassinos em série psicóticos também...

A narrativa é dividida entre passado e presente. No passado, conhecemos o romance entre Foss e Audrey e tudo o que aconteceu com eles até o momento em que ela aparentemente se suicidou. No presente, acompanhamos eles dois juntinhos, vivos e debatendo a melhor forma de saírem ilesos de uma série de burradas e crimes na ficha. O passado é revelador. Nos mostra que Audrey na verdade nunca foi Audrey e nunca será quem ela diz ser. O presente só nos deixa em dúvida, com pena e com ódio de Foss e toda a sua cegueira amorosa. Quando as pessoas ao seu redor começam a sofrer com as consequência de sua decisão em apoiá-la, Foss perde o controle de tudo. Não dá para confiar na desconhecida. Ela não inspira verdade, mesmo quando chora, se entrega para ele e perde perdão por tudo que fez e deixou de fazer.

A Desconhecida é o típico livro que poderia ser melhor do que é. Não me vi entediado ou pensando em abandonar a leitura em nenhum momento, apesar de achar que tudo poderia ser mais sombrio e levantar tantas outras questões e dúvidas no leitor. Os capítulos acabam quando a gente menos espera e sempre nos melhores momentos. O grande problema é que quando retornamos à sua continuação, o suspense gerado não corresponde tão bem as expectativas. O desfecho é um tanto que rápido demais. Como se muitas coisas se revolvessem ao mesmo tempo comparando-se a todo o ritmo com que a trama foi desenvolvida. Meus capítulos prediletos foram os que retornam ao passado, vinte anos atrás. O desfecho é um tiro. Um tiro que Foss dá. Ele finalmente se torna mais esperto que nós leitores.

0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

Resenhas

Alien - Alan Dean Foster
A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para...
Star Wars: Um Novo Amanhecer - John Jackson Miller
Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem...
Eu, Robô - Isaac Asimov
Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela...
Nosferatu - Joe Hill
ictoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...

RESENHAS MAIS ANTIGAS

LEIA MAIS

Resenhas

Só por Hoje e para Sempre - Renato Russo
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante...
Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, o mais jovem...
Roleta Russa - Jason Matthews
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de...
A Desconhecida - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece em uma noite de...

MAIS LIDAS

LEIA MAIS