[Resenha] Vermelho como sangue - Salla Simukka

17 de dez de 2014
Vermelho como sangue - Salla Simukka
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581635798
Ano: 2014
Páginas: 240
Classificação: 
Página do livro no Skoob / Compre!

No congelante inverno do Ártico, Lumikki Andersson encontra uma incrível quantidade de notas manchadas de vermelho, ainda úmidas, penduradas para secar no laboratório de fotografia da escola. Cédulas respingadas de sangue. Aos 17 anos, Lumikki vive sozinha, longe de seus pais e do passado que deixou para trás. Em uma conceituada escola de arte, ela se concentra nos estudos, alheia aos flashes, à fofoca e às festinhas dominadas pelos garotos e garotas perfeitos. Depois que se envolve sem querer no caso das cédulas sujas de sangue, Lumikki é arrastada por um turbilhão de eventos ameaçadores.
Resenha:
Fico feliz em ter pego esse livro sem expectativas de que fosse uma nova versão da história da Branca de Neve. Porque realmente não é. Nem de longe. A trama apenas faz referências aos contos de fadas, em especial o da branca de neve. Dito isso, achei o enredo bem escrito, poético e interessante. A trama policial é leve, porém rende tensões suficientes para as 240 páginas que a formam. Nada espetacular, mas não chega a decepcionar.

Lumikki Anderson até poderia ser uma adolescente comum de 17 anos se as circunstâncias da vida não a transformassem em uma sensual agente secreta. Ela é nossa protagonista e cultiva uma rotina monótona com hábitos estranhos. O mais gritante deles, é o fato dela não usar perfumes ou produtos que tenham cheiro. A ideia é passar despercebida. Sempre. Vivendo sozinha desde que se mudou para estudar artes, ela é introspectiva e não tem amigos.

A história é ambientada na Finlândia, logo os cenários serão os mais brancos de neve possível. O clima frio e ameaçador reflete na história. Quando Lumikki encontra centenas de cédulas respingadas de sangue no laboratório de fotografia da escola, o medo será uma constante, assim como as dúvidas. Ela descobre que o dinheiro está ligado a outros três alunos e logo estará completamente envolvida no caso. Uma amizade inesperada surge e o instinto protetor, ou a mais pura curiosidade, guiará a história por perseguições e caminhos perigosos. 

Apesar das manchas de sangue na neve, a trama não tem muitas reviravoltas ou momentos sanguinolentos. É um suspense policial leve, juvenil mesmo. A poesia presente na narração e a própria protagonista é que fazem o livro legal. Lumikki meio que fugiu de onde morava. Aconteceu algo com ela que a traumatizou. Há marcas profundas que a impedem de viver normalmente. Os flashbacks nos darão pistas confusas sobre o que realmente houve. Até o desfecho do livro algumas verdades nos serão reveladas mas nada que sirva para chegar a alguma conclusão.

O que incomoda é que não faço ideia do que esperar para o próximo livro. Afinal, o caso das cédulas é encerrado. Apesar de algumas pontas soltas sobre quem é a Lumikki serem realmente angustiantes, fico me perguntando que rumo a história tomará. É aguardar para ver, não é? Leitura recomendada para aqueles que não esperam uma versão moderna e revolucionária para o clássico da Branca de Neve.


0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

Resenhas

Alien - Alan Dean Foster
A tripulação da nave Nostromo é despertada antes do tempo de seu sono criogênico. Misteriosos sinais vindos dos confins do espaço são recebidos pelo computador de bordo, e a equipe é acionada para...
Star Wars: Um Novo Amanhecer - John Jackson Miller
Desde os terríveis acontecimentos em STAR WARS - Episódio III: A vingança dos Sith, quando todos os Jedi foram perseguidos e condenados à morte, Kanan Jarrus tem...
Eu, Robô - Isaac Asimov
Eu, robô reúne os primeiros textos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950. São nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo, e que contêm em suas páginas, pela...
Nosferatu - Joe Hill
ictoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...

RESENHAS MAIS ANTIGAS

LEIA MAIS

Resenhas

Só por Hoje e para Sempre - Renato Russo
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante...
Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Durante quase um ano, a paz reinou nas terras encantadas de Midkemia. Porém, novos desafios aguardam Arutha, o Príncipe de Krondor, quando Jimmy, o mais jovem...
Roleta Russa - Jason Matthews
Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de...
A Desconhecida - Peter Swanson
Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece em uma noite de...

MAIS LIDAS

LEIA MAIS