[RESENHA] Os diários de Bluebell - Natasha Farrant

8 de dez de 2014
Os diários de Bluebell - A vida depois de IrisNatasha Farrant
Editora: WMF Martins Fontes
ISBN: 9788578278663
Ano: 2014
Páginas: 232
Classificação: 
Página do livro no Skoob / Compre!



Iris, irmã gêmea de Blue Gadsby, morreu há três anos, e sua família nunca mais foi a mesma. Numa série de transcrições de filmes e textos de diário que fará o leitor rir, chorar e agradecer a dádiva de ter uma família, Bluebell capta de maneira pungente o sofrimento e as tribulações de sua família, que se desintegra, se transtorna completamente e finalmente consegue se recompor.
Resenha:
Existe alguma coisa mais inquietante do que se despedir de uma boa história? Quem já se deparou com um livro maravilhoso sabe do que estou falando. "Os Diários de Bluebell" foi uma surpresa aconchegante. Sim, eu estou usando "aconchegante" para descrevê-lo. Sofri para terminar a leitura e mais ainda pra resenhá-lo.

São muitos os detalhes que fazem da obra de Natasha Farrant algo delicioso de acompanhar. Como o próprio título sugere, o livro é uma espécie de diário. Quem o escreve é nossa protagonista, a Bluebell. Em toda a minha vida eu nunca havia lido algo narrado por uma pré-adolescente que não parecesse besta ou imaturo demais. Nesse caso, Bluebell é incrivelmente esperta e sensível. Considerando a faixa etária dela, claro.

Além das anotações quase diárias, existem também transcrições de imagens que ela grava com uma filmadora que ganhou no aniversário de 13 anos. As coisas que ela observa e capta com a câmera é que fazem a diferença. São alguns momentos bonitos, dignos de registro, e outros completamente dispensáveis e costumeiros. Se pararmos para analisar o que ela sente entenderemos. É uma tentativa de enxergar nos outros uma forma de ser feliz outra vez. Uma busca.

O natal se aproxima e com ele uma data que não inspira comemorações. Há três anos Iris morreu. Há três anos Bluebell perdeu a irmã gêmea em uma tragédia que mudou completamente a sua vida e a da família. O que mais me surpreendeu, é que em raros capítulos Íris foi citada. Como se todos tivessem superado de verdade e apenas Blue ficado para trás. Impossibilitada de seguir adiante. Se escondendo através das lentes e remoendo uma ausência que jamais seria preenchida.  Uma falta que a machucava a cada dia.

O pai de Blue está trabalhando em um projeto secreto e quase nunca está em casa. A mãe de Blue recebeu uma promoção irrecusável e vive viajando pelo mundo. O modo de comunicação mais usado entre eles é o Skype. Do início ao fim o ar que se respira na casa da família é pesado e atende pelo nome de "possível divórcio". O mais assustador de tudo isso é que eles realmente amam os filhos e compensam as ausências com as mais variadas formas possíveis quando estão presentes. Esse relacionamento familiar, apesar de conturbado, funciona de um modo único. Pessoal e amoroso, de qualquer forma.

E se vocês pensam que a história se resume a Blue, estão enganados. Ela tem mais três irmãos que fazem dessa história algo aconchegante, como eu mencionei mais acima. Aliás, todos os personagens são especiais e cheios de significado. Flora é a adolescente rebelde que namora e bebe. Twig e Jasmine são crianças cheias de perguntas, respostas na ponta da língua e muita energia - que será usado para arranjar encrencas com ratos e mais ratos. Zoran é quem cuida de todos quando os pais delas estão viajando. É engraçado porque ele está estudando para o mestrado e ainda assim trabalha de babá. Vocês imaginam um marmanjo intelectual cuidando dessa trupe indignada? 

Blue e Flora vão acabar se desentendendo por causa de um garoto e Twig e Jasmine estão dispostos a trazer os pais para casa a tempo do natal. Para ser sincero ao extremo eu me senti nostálgico lendo essa história. Como se tivesse vendo um daqueles filmes da Sessão da Tarde que eu amava quando pequeno. A única ressalva que tenho é em relação a capa do livro. Não vejo sentido, mas até seria bonita se não fossem essas bordas brancas ao redor. Trata-se de uma série que sem dúvida alguma aguardarei ansioso pelo próximo volume. Até o desfecho o leitor atento vai ter colecionado alguns sorrisos. Tenho certeza.

0 comentários:

Postar um comentário

Não esqueça de dar sua opinião nesse espaço.Seu comentário é muito importante.
O QUE ACHOU DESSE POST?

TERROR

Jantar Secreto - Raphael Montes
Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de...
Jogos Macabros - R. L. Stine
Conhecido mundialmente por seus livros de terror e suspense, com centenas de milhões de exemplares vendidos, R. L. Stine desponta no cenário da ficção juvenil pela genialidade na criação de enredos sinistros...
Psicose - Robert Bloch
O clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O livro teve dois lançamentos no Brasil, em 1959 e 1964...
Nosferatu - Joe Hill
Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa...
O Vale dos Mortos - Rodrigo De Oliveira
Com passagens por Brasília, Estados Unidos, China e França, O Vale dos Mortos baseia-se na profecia de que um planeta intruso ao sistema solar, ao raspar por nossa...

FANTASIA/ POLICIAL

LEIA MAIS

ESPECIAIS ♥

Juntando os Pedaços - Jennifer Niven
Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar...
O Livro de Memórias - Lara Avery
Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível.E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença...
Simon vs. a agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da...
Quando finalmente voltará a ser como nunca foi - Joachim Meyerhoff
Isso é normal? Crescer entre centenas de pessoas com deficiência física e mental, como o filho mais novo do diretor de um hospital...
Eu Te Darei o Sol - Jandy Nelson
Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia...

POLICIAL

LEIA MAIS